JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO: UM LUGAR INCRÍVEL PARA VISITAR

Atualizado em Outubro , 2020

Fundado em 1808, o Jardim Botânico do Rio de Janeiro possui as mais variadas espécies de plantas trazidas de várias partes do mundo. O local também conta com monumentos, jardins, cafés e edifícios históricos para um passeio incrível.

*Salve no Pinterest para ler depois

JARDIM BOTÂNICO DO RIO DE JANEIRO

Ter aquele lugarzinho bem natureza em meio aos grandes centros urbanos, sem dúvida é maravilhoso. Sabe quando encontramos um parque ou jardim, onde podemos caminhar calmamente pela natureza e curtir bastante o visual. Então, se você adora curtir parques e jardins não pode deixar de conhecer o Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Seja uma viagem em família, com amigos, aquela viagem romântica, ou ainda, se você é uma pessoa que adora conhecer novas espécies de plantas, certamente o Jardim Botânico deve constar em seu roteiro do Rio de Janeiro – RJ.

Imagem dos Arcos do Jardim Botânico do Rio de Janeiro
Arcos do Jardim Botânico

Desse modo, a atração que agrada a todos ainda é um programa bem relax e conta com uma grande biodiversidade de plantas. Aliás, o lugar é lindo e rende muitas fotos, sendo um dos melhores passeios do Rio de Janeiro.

E nesse artigo vamos falar de tudo que você vai encontrar no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, e claro contaremos também um pouco da sua história.

Mas na hora de planejar uma viagem para o Rio de Janeiro escolher a melhor região para se hospedar vai fazer toda a diferença. Então veja as melhores regiões e bairros para se hospedar na Cidade Maravilhosa.

História do Jardim Botânico do Rio de Janeiro

A história do Jardim Botânico vem do tempo do Brasil Colônia. Desse modo, ele foi fundado em 13 de junho de 1808 quando D. João VI decidiu instalar uma fábrica de pólvora e um jardim, no local onde hoje você vai encontrar o Jardim Botânico.

Aliás, nesse jardim foram cultivadas várias espécies de plantas vindas de outros países. E assim, surgiu esse espaço que hoje é dedicado a uma grande variedade de flora.

Contudo, foi somente em 1995 que o local recebeu o nome de Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, sendo conhecido ainda como Jardim Botânico.

Veja também os Melhores lugares para conhecer no Rio de Janeiro.

Sobre o Jardim Botânico RJ

Imagem do Jardim Botânico do Rio de Janeiro
Jardim Botânico do Rio de Janeiro

O Jardim Botânico possui uma área total de 137 hectares, sendo que 54 são cultivados e contam com as mais variadas espécies de plantas trazidas de várias partes do mundo. Desse modo, ele é um órgão federal considerado um dos mais importantes centros de pesquisas na área de botânica e conservação da biodiversidade.

Além de ser um espaço de pesquisas, o Jardim Botânico é um lugar reservado para lazer, onde você irá encontrar muitas espécies de plantas.

O Jardim Botânico ainda conta com alguns espaços culturais e históricos, bem como lojas, museus e cafés. Desse modo, ele reserva muito entretenimento para seus visitantes .

Ilha de Paquetá: uma bairro exótico para te inspirar no Rio de Janeiro.

Atrações do Jardim Botânico

Então agora vamos ficar por dentro de tudo que você vai conhecer no Jardim Botânico. Pode se preparar, porque muitas atrações te aguardam.

Aliás, separe o dia inteiro para conhecer o belo jardim. Assim, você pode caminhar calmamente e conhecer todas as lindas paisagens, edifícios, monumentos e muitas coleções de diversas espécies de plantas. Além de muitos cantinhos agradáveis para você passar o tempo.

1. Paisagens do Jardim Botânico

Imagem do caminho cercado de palmeiras no Jardim Botânico
Caminho das Palmeiras
Imagem da árvore centenária - Jardim Botânico do Rio de Janeiro
Árvore Centenária

Em primeiro lugar vamos conhecer suas paisagens. Então, fique ligado que o Jardim Botânico é formado por uma variedade de plantas.

E quando a gente diz uma variedade, pode se alongar porque vai ter muitas paisagens para você conferir, e claro tirar fotinhas. Vamos falar um pouco de cada lugarzinho do Jardim.

  • Cascata: é formado por uma cascata de água e lagos que representam a flora aquática, além de ser um lugar bem agradável para ficar e admirar a natureza.
  • Lago do Pescador: o Lago recebeu esse nome porque no meio dele, em uma pequena ilha, ainda é possível ver a Cabana do Pescador. Uma cabana de palafitas construída com base em moradias tradicionais da Amazônia.
  • Lago Frei Leandro: Frei Leandro foi o primeiro diretor do Jardim Botânico. Desse modo, o lago foi escavado por escravos sob a supervisão de Frei Leandro.
  • Região Amazônica: esse espaço é formado por uma coleção de plantas da região Amazônica que ocupa 04 hectares.
  • Rio dos Macacos: o Rio nasce no Maciço na Tijuca e atravessa o Jardim Botânico.

2. Monumentos do Jardim Botânico

Mas no Jardim Botânico você ainda encontrará muitos monumentos, sendo eles:

  • Aves Pernaltas: são fundidas em liga de bronze e instaladas no saguão do Museu Botânico em 1905.
  • Busto Barbosa Rodrigues: monumento em homenagem a João Barbosa Rodrigues, diretor do Jardim Botânico entre 1890 a 1909.
  • Busto de Brasão de D. João VI: monumento em homenagem ao fundador do Jardim Botânico, obra do escultor Rodolfo Bernardelli.
  • Busto Pio Corrêa: monumentos em homenagem a Manoel Pio Corrêa, naturalista, botânico e pesquisador, que se dedicou ao estudo de botânica aplicada.
  • Busto Saint-Hilarie: monumento em homenagem a Augusto François César Provencal Saint-Hilarie que era escritor e botânico.
Imagem do Orquidário do Jardim Botânico do Rio de Janeiro
Orquidário do Jardim Botânico
Imagem do Chafaris das Musas
Chafariz das Musas – Jardim Botânico
  • Cômoro Frei Leandro: é uma pequena elevação, na qual permite que você tenha uma visão panorâmica do Jardim Botânico.
  • Fonte Wallace: a Fonte é um bebedouro com elementos da Deusa Grega Tétis, divindade da água, mãe dos rios e das fontes.
  • Gruta Karl Glasl: uma gruta construída, pensando nas espécies que se desenvolvem em ambientes úmidos e em rochas como musgos, samambaias, entre outros.
  • II Putto col DelfinoAnjo com peixe: esse monumento é uma réplica da obra “II Puto Col Delfino” de autoria de Andréa Verrochio.
  • Memorial Tom Jobim: uma escultura em homenagem ao músico e compositor Antônio Carlos Jobin.
  • Mesa do Imperador: monumento confeccionado em granito.
  • Mirante da Imprensa: esse mirante foi construído para apreciação do Lago Leandro.
  • Monumento Tom Jobim: monumento construído também em homenagem a Antônio Carlos Jobim.
  • Portal da Antiga Academia de Belas Artes: esse Portal é obra de Henri Victor Grandjean de Montigny.
  • Portal e Ruínas da Antiga Fábrica de Pólvora: esse Portal fica no Parque infantil, área da antiga fábrica de pólvora.

Monumentos da mitologia greco-romana

Para quem ama um pouco de história, no local você ainda encontrará muitos monumentos da mitologia greco-romana.

  • Estátua da Deusa Diana: a Deusa Diana na terra é rainha dos bosques e protetora da caça, e no céu é a Deusa da Lua que tem a missão de iluminar a noite.
  • Estátua da Deusa Tétis: o monumento feito em 1862 em ferro fundido fica as margens do lago. Aliás, ele representa a alma feminina do mar, divindade da mitologia greco-romana.
  • Estátua da Deusa Ceres: representa a divindade da mitologia greco-romana, na qual tinha a missão de garantir a fertilidade da terra.
  • Estátua Xochipilli: esse monumento simboliza o Deus do amor, das flores, da voluptuosidade, do jogo, da música, da fertilidade e da procriação. A estátua feita em cimento e pó foi doada pelo governo do México em 1935.
  • Mulher com Cornucópia: essa estátua foi fabricada em ferro fundido. Aliás, a Cornucópia significa abundância de comércio e agricultura.
  • Ninfa Eco e Caçador Narciso: são esculturas fundidas em chumbo e também representam a história da mitologia grega.
  • Chafariz das Musas: o Chafariz de ferro fundido faz referência à mitologia grega e é de autoria do escultor Herbert W. Hogg. Ainda mais, ele ressalta quatro musas representando a música, a poesia, a ciência e a arte.

3. Edificações do Jardim Botânico

Imagem do Museu do Meio Ambiente
Museu do Meio Ambiente – Jardim Botânico do Rio de Janeiro

No Jardim Botânico você encontrará vários edifícios para apreciar, alguns deles são museus, outros centros de pesquisas, bibliotecas e muito mais. Então, agora vamos conferir os edifícios:

  • Biblioteca Barbosa Rodrigues: foi criada em 23 de junho de 1890 e originou-se da coleção doada pela Família Imperial a João Barbosa Rodrigues. Aliás, a biblioteca possui um grande acervo que constitui uma valiosa fonte de pesquisa para estudos biológicos.
  • Orquidário: o Orquidário do Jardim Botânico possui uma coleção permanente de orquídeas e placas interpretativas para melhor entendimento das espécies.
  • Sede de Engenho Nossa Senhora Conceição da Lagoa: esse edifício foi construído em 1576 e foi sede do Engenho Nossa Senhora da Conceição da Lagoa. Desse modo, ele é patrimônio histórico do Brasil.
  • Residência Pacheco Leão: edifício do século XIX que teve como primeiro morador José Félix da Cunha, diretor do Jardim Botânico de 1910 até 1911.
  • Centro de Pesquisa Científica: local onde se realiza as pesquisas científicas.
  • Aqueduto da Levada: marca o limite do arboreto com a região da Floresta Pluvial Atlântica Secundária.
  • Estufa das Plantas insetívoras: possui várias espécies de plantas carnívoras.
  • Herbário: possui uma coleção de amostras vegetais desidratadas.
  • Museu do Meio Ambiente: está instalado em um edifício do século XIX.
  • Museu Sítio Arqueológico Casa Pilões: esse edifício era uma das unidades de produção da antiga fábrica de pólvora.

4. Outras atrações

Imagem dos Arcos do Jardim Botânico do Rio de Janeiro
Arcos do Jardim Botânico do Rio de Janeiro

Além de todas essas atrações naturais e culturais, você ainda encontrará no Jardim Botânico do Rio de Janeiro o:

  • Garden Café: esse café fica atrás do Centro de Visitantes, sendo que ele oferece café da manhã, lanches, refeições, entre outras. Desse modo, o Garden Café fica localizado na Aleia João Gomes, Rua Jardim Botânico.
  • Jarbô Café: localizado ao lado da Praça do Teatro, o local oferece lanches e almoço.
  • Praça do Café: fica localizado nas Ruínas da Antiga Fábrica de Pólvora, próximo ao Parque Infantil. Aliás, o local oferece café da manhã e refeições.
  • Loja do Jardim: o Jardim Botânico ainda conta com uma loja, a Loja do Jardim, onde você pode adquirir objetos de decoração, livros, artigos infantis, entre outros.
  • Parque Infantil: e não podemos esquecer do Parque Infantil para a criançada se divertir um pouco.
  • Centro de Visitantes: local onde você pode obter todas as informações sobre o Jardim Botânico.

Como chegar e acessos do Jardim Botânico do Rio de Janeiro

Em primeiro lugar, o Jardim Botânico possui quatro acessos, sendo eles:

  • 1º acesso: pela Rua Jardim Botânico, 1008. Esse acesso possui um bicicletário e estacionamento exclusivo para pessoas com severas deficiências de locomoção.
  • 2º acesso: pela Rua Jardim Botânico, 920, acesso somente para pedestres.
  • 3º acesso: pela Rua Pacheco Leão, 100, acesso somente para pedestres (em frente a Rua Carandaí).
  • 4º acesso: pela Rua Pacheco Leão, 915, acesso somente para pedestres.

Para chegar até o Jardim Botânico você terá como opções de transportes públicos, ônibus ou metrô.

Quanto ao ônibus, todas as linhas que passam pelo Jockey, possuem ponto na Rua Jardim Botânico. Desse modo, pegando qualquer uma dessas linhas, você entrará pelo 1º acesso.

Mas para quem prefere o metrô, pode pegar o ônibus de integração na Estação Botafogo, e descer na Rua Jardim Botânico nº 728, entrando no Jardim pelo 2º acesso.

Contudo, você poderá pegar um táxi ou Uber para chegar até o Jardim Botânico. Aliás, optamos pelo Uber para chegar e foi super tranquilo.

Lapa Rio de Janeiro: o que fazer no bairro mais boêmio da cidade.

Informações importantes

O Jardim Botânico está aberto para a visitação todos os dias do ano, exceto 25 de dezembro e 1º de janeiro. Contudo, as segundas-feiras, ele fica aberto das 12 horas às 18 horas, e de terça a domingo, das 8 horas às 18 horas.

A visita ao Jardim Botânico não é gratuita. Desse modo, a entrada custa R$ 15,00 (fevereiro de 2019) que deverá ser pago em dinheiro ou cartão de débito. Mas é possível pagar meia entrada, caso tenha direito. No entanto, para crianças de até 5 anos ou ainda para visitação escolar, a entrada é gratuita.

Para maiores informações acesse o site do Jardim Botânico.

Quando for conhecer o Jardim Botânico prefira usar calçados confortáveis, já que o local é grande e para conhecer tudo você terá que andar bastante.

Mas para quem deseja conhecer toda a extensão do Jardim Botânico pode utilizar o carro elétrico. Ele passa de 30 em 30 minutos e possui paradas específicas.

Para quem não quer conhecer o jardim por conta própria, já que ele é extenso, pode contratar um passeio. Confira aqui os detalhes e preço do passeio guiado pelo Jardim Botânico e Floresta da Tijuca.

Fique ligado: ao visitar Jardim Botânico, lembrem-se que não é permitido animais de estimação, instrumentos musicais, drones, alimentos, bebidas, roupas de banho, bem como bicicleta.

Para sua viagem ser perfeita, confira os melhores passeios do Rio de Janeiro para fazer durante a sua estadia na cidade.

Aplicativo do Jardim Botânico do Rio de Janeiro

Uma ótima dica para quem vai conhecer o Jardim Botânico é baixar o aplicativo “Jardim Botânico RJ”. Desse modo, ele é um aplicativo de visitação do jardim, disponível para smartphones e tablets, nos sistemas IOS e Android.

Aliás, o aplicativo traz informações sobre as paisagens, plantas, trilhas e monumentos que você vai encontrar no local. Ainda mais, ele possui um mapa de localização com os principais atrativos.

Assim, é possível baixar o aplicativo no Google Play (Android) ou no iTunes (iOS).

O mais legal no aplicativo é que você pode ver a localização de todas as atrações do jardim, evitando ficar perdido. Desse modo, você ainda pode fazer as trilhas indicadas por ele de acordo com os pontos de interesse que deseja conhecer no Jardim Botânico.

Veja também: Quanto custa viajar – Rio de Janeiro em 4 dias pelo blog Partiu Viajar.

Para ler em seguida:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

”chip