Todas as vezes que conversamos com alguém sobre Buenos Aires, tanto brasileiros quanto portenhos, a recomendação sempre era que um passeio pelo Delta do Tigre não podia faltar no roteiro de viagem. Mas infelizmente na nossa primeira viagem em Buenos Aires (em 2018) não conseguimos fazer esse passeio. E sempre ficamos curiosas para conhecer esse lugar que todas recomendavam.

Mas em 2022 voltamos em Buenos Aires e finalmente conhecemos a famosa cidade de Tigre que todos amam e recomendam. E realmente a cidade é super charmosa e vale muito a pena um passeio pelo local, principalmente um passeio de barco. E depois de conhecer esse lugar incrível, vamos passar todas as dicas.

Então, veja nesse artigo como chegar, melhores passeios, o que conhecer e onde comer em Tigre, Buenos Aires. E se prepare porque tem dicas imperdíveis para o seu passeio em Tigre ser ainda mais incrível. Aliás, esse é considerado um dos melhores passeios de Buenos Aires.

Veja também: 12 passeios imperdíveis para fazer em Buenos Aires.

Sobre Tigre em Buenos Aires

Tigre em Buenos Aires
Tigre em Buenos Aires

Tigre é uma cidade que fica a 32 km ao norte de Buenos Aires, na Argentina. Então, não será uma viagem muito longa até chegar ao destino.

E como falamos anteriormente, essa é uma cidade bem queridinha entre os turistas e portenhos.

Tigre é um ótimo destino para quem quer dar uma fugidinha de Buenos Aires. E o que mais chama a atenção no destino são os passeios de barco pelo Delta do Rio Paraná, que é o quinto maior do mundo. Durante esses passeios é possível passar por rios, arroios e ilhas.

E não pense que no local você vai fazer apenas os passeios de barco pelo Delta do Rio Paraná, porque a cidade tem muitas outras atrações interessantes e que valem a pena conferir.

E nos finais de semanas e feriados, a cidade costuma ficar bem cheia, já que ela é o passeio queridinho de muitos portenhos. Então, se você quer aproveitar o destino um pouco mais vazio (mas nem tanto assim) e pegar promoções em passeios, recomendamos que conheça Tigre durante a semana.

Como chegar em Tigre

Como chegar em Tigre
Estação de trem de Tigre

E para quem pensa que a melhor forma de conhecer Tigre é contratando um passeio em Buenos Aires está muito enganado. Apesar da grande oferta de passeios das agências de Buenos Aires, principalmente ao passar pela Rua Florida, não achamos eles muito interessantes. E por isso, resolvemos ir de trem para Tigre. E sinceramente foi uma das melhores escolhas que fizemos durante a viagem.

Mas você pode ir para o Tigre de ônibus, trem ou até mesmo com aqueles passeios ofertados pelas agências. Contudo, achamos que a última opção não vale muito a pena. Por isso, vamos explicar como chegar em Tigre de cada uma dessas formas acima. Assim, você pode escolher a opção que mais faz sentido para a sua viagem.

Veja também: 22 pontos turísticos imperdíveis de Buenos Aires.

1. Como chegar em Tigre de trem

Como chegar em Tigre de trem

O trem é uma escolha bem interessante e tranquila para chegar até Tigre, em Buenos Aires. E você pode escolher entre duas opções, o Trem de Retiro ou o Trem da Costa.

Trem de Retiro a Tigre

Nessa primeira opção, o trem sai da Estação de Retiro e vai até a Estação de Tigre. A viagem dura em média 40 minutos cada trecho e os trens para o destino saem de 10 em 10 minutos (durante a semana) e 30 em 30 minutos (durante os finais de semana). E o melhor, a passagem custa em média 40 Pesos Argentinos. Você pode pagar a sua passagem com o cartão Sube ou direto na bilheteria. Mas sem o cartão Sube, a passagem sai alguns Pesos mais cara.

Para fazer o cartão Sube basta ir até uma estação de metro. No local, você pode comprar o cartão que custa 90 Pesos Argentinos e depois recarregá-lo. Após comprar o cartão, você pode pegar ônibus, metrô e trem em Buenos Aires. Recomendamos que você faça o cartão assim que chegar na cidade.

O trem para Tigre sai da Estação de Retiro, plataformas da linha Mitre 1 ou 2. Se você ficar um pouco perdido na estação pergunte um funcionário, mas nas catracas de passar o cartão está escrito o destino de cada linha.

Ao chegar na catraca basta passar o seu cartão Sube (nessa hora vai cobrar aproximadamente 20 Pesos Argentinos) e se dirigir até a plataforma para esperar o trem. O trem para Tigre faz paradas em muitas estações, como o metrô mesmo, mas é super rápido.

E depois de aproximadamente 40 minutos você finalmente vai chegar em Tigre. Na saída da estação você deve passar novamente o seu cartão Sube. E nesse momento vai cobrar mais 20 Pesos Argentinos. E pronto, esse vai ser o valor que você vai pagar para ir e voltar de Tigre, aproximadamente 80 Pesos Argentinos.

Trem da Costa

A outra opção para chegar até Tigre é com o Trem da Costa. Esse é um trem turístico, onde você pode observar algumas paisagens de Buenos Aires durante o trajeto. Desse modo, o trem percorre os municípios de Vicente López, San Isidro, San Fernando e Tigre. Ele faz menos paradas do que o Trem de Retiro.

Contudo, ele sai da Estação de Maipú, em Vicente Lopes. Então, se você optar por esse transporte deve ir até a Estação de Maipú para pegar o Trem da Costa. Você pode chegar até essa estação de metrô, ônibus ou outros meios de transportes.

O Trem da Costa passa de 30 em 30 minutos e você também pode pagar a sua passagem com o cartão Sube. Mas esse trem tem dois tipos de passagens, uma para quem vai direito até Tigre e outra que permite descer nas estações e embarcar novamente em um próximo trem. Então se tiver algum lugar que você quer visitar em uma de suas paradas, escolha o segundo tipo de passagem.

Veja também: Câmbio em Buenos Aires – Qual moeda levar e como evitar golpes.

2. Como chegar em Tigre de ônibus

Como chegar em Tigre de ônibus

Você também pode ir para Tigre de ônibus. Mas ao escolher essa opção tenha cuidado para não pegar um ônibus que faz a rota mais longa, pois sua viagem até Tigre pode demorar até 1h30mim. Apesar da linha 60 ir para Tigre, ela faz uma longa rota e muitas paradas. Por isso, prefira outras linhas de ônibus que vão para o destino.

Então, se você escolher ir para Tigre de ônibus, as 21, 343, 430, 720, 721 e 723 também fazem o trajeto até a cidade.

Dica: para se locomover em Buenos Aires com transporte público utilizamos o aplicativo Como Llhego. Ele vai te ajudar a se locomover na cidade mostrando as melhores rotas e meios de transporte para chegar ao seu destino de acordo com a sua localização. O aplicativo está disponível para android e IOS.

3. Passeio bate e volta para Tigre

Passeio bate e volta para Tigre, em Buenos Aires
Tigre em Buenos Aires

E se você preferir ainda pode optar por um passeio bate e volta até Tigre. Muitas agências em Buenos Aires também oferecem esse passeio para o destino. No passeio as agências ficam responsáveis por te levar até Tigre, mas ele vai variar de agência para agência.

Algumas agências levam os turistas até Tigre de ônibus e lá fazem o passeio de barco pelo Delta do Rio Paraná, enquanto outras já oferecem o passeio de barco a partir de Buenos Aires. E claro, alguns passeios tem almoço incluso e outros não.

Então, se você escolher essa forma para chegar até Tigre, veja o que está incluso no seu passeio para não ter decepções futuras.

O que fazer em Tigre, Buenos Aires

Em Tigre, você vai encontrar muitas opões de passeios para fazer e pontos turísticos para conhecer. Então, se você vai fazer um bate e volta na cidade ou até mesmo ficar alguns dias, trouxemos uma lista do que fazer com dicas incríveis para curtir uma viagem maravilhosa e explorar Tigre da melhor maneira.

1. Puerto de Frutos

Puerto de Frutos em Tigre, Buenos Aires
Puerto de Frutos

O Puerto de Frutos é um dos lugares mais visitados por turistas em Tigre. Ele fica a poucos metros da Estação Fluvial, local onde chegam os barcos em Tigre. Então se você optar por ir para Tigre de barco vai chegar perto do Puerto de Frutos.

O ponto turístico tem esse nome, porque ele recebia e comercializa as frutas que eram produzidas na região. Mas atualmente, no porto você vai encontrar de tudo um pouco.

Em uma caminhada pelo local vimos restaurantes, lojas de artesanatos e muito mais. Então, se você gosta de fazer comprinhas na viagem, esse é um lugar imperdível para visitar em Tigre.

O Puerto de Frutos abre todos os dias das 10 hrs às 18 hrs. Mas aos finais de semana, as lojas ficam abertas até escurecer.

Para quem vai contratar passeios na região, no Puerto de Frutos ficam várias agências, sendo que alguns passeios também saem da Estação Fluvial, que fica bem próximo ao ponto turístico.

2. Casino Trillenium

Tigre - Casino
Casino Trilenium

Se você quer conhecer um casino, próximo ao Puerto de Frutos fica o Casino Trillenium, que é um ponto turístico muito procurado no destino.

É impossível passar pelo local e não notar o grande prédio azul. Aliás, ele é um dos maiores casinos de Buenos Aires. Então é um ponto turístico bem interessante para conhecer.

Além disso, o casino tem um restaurante e um café. E aos finais de semanas é bem comum ter shows e espetáculos no local.

A entrada no casino é grátis.

Endereço: Perú, 1385, Tigre em Buenos Aires.

3. Parque da Costa

Ao lado do Casino Trillenium fica o Parque da Costa que é uma atração muito procurada em Tigre, sendo ainda o maior parque de diversões da Argentina.

Parque da Costa em Tigre
Parque da Costa em Tigre

Localizado entre os rios Luján e Tigre, o parque normalmente fica com filas para entrar. Então se você vai viajar com crianças ou gosta de parques, já sabe qual atração conhecer na cidade.

Aliás, no local tem uma roda gigante que pode ser vista de várias regiões do destino. Então você vai ter uma vista bem legal de Tigre, mas o parque ainda tem montanha russa, restaurante, faz shows ao vivo e muito mais.

Como não gostamos de parque de diversão, optamos por não entrar. Contudo, o Parque da Costa é muito frequentado e se você vai ficar mais dias em Tigre, vale uma visita. Para mais informações e valores de entrada, acesse o site o Parque de la Costa.

4. Caminhar pelo Paseo Victorica

Paseo Victorica
Paseo Victorica

Um passeio que achamos bem interessante, principalmente para quem vai ficar alguns em Tigre é uma caminhada pelo Paseo Victorica.

Aqui você vai fazer uma caminhada mesmo, mas vá sem pressa e pare durante o trajeto para almoçar ou tomar um belo café, já que tem opções incríveis no caminho.

O Paseo Victorica é uma avenida em Tigre, onde você pode caminhar as margens do rio e aproveitar para curtir as belas paisagens, tanto dos barcos passando pelo rio como das casas.

Fizemos essa caminhada pelo Passeo e durante o trajeto paramos para almoçar às margens do rio e foi um passeio e almoço bem agradável, apesar de a comida estar fria.

No Passeo Victorica ficam alguns restaurantes, cafés, museus e muitos mais atrações para você conferir de perto.

E ao final da caminhada, você vai encontrar o Museu da Arte de Tigre, que é um ponto turístico que não pode ficar de fora do seu roteiro de viagem.

5. Museu da Arte de Tigre

Museu da Arte de Tigre
Museu da Arte de Tigre

E como falamos anteriormente, ao final do Paseo Victorica fica o Museu da Arte de Tigre. O museu fica em um belo prédio que pertencia ao Clube Tigre. A construção de dois andares começou em 1909 e foi inaugurado em 1927. O edifício é em estilo francês com colunas, arcos e ornamentos florais simbolizando glória e força. 

Museu da Arte de Tigre exibe uma coleção de arte argentina dos séculos XIX e XX com pinturas de renomados artistas como Quinquela Martín, Eduardo Sívori, Florencio Molina Campos e Justo Lynch. Mas o local ainda tem uma sala sobre a história do lugar. Então para quem se interessa por artes e quer conhecer um pouco mais da história de Tigre, vale um visita.

E se você gosta de tirar fotos, os jardins do museu é um lugar perfeito. Mas ao entardecer, quando tem a melhor luz, ele fica bem cheio de fotógrafos. Então se você for esse horário vai ter que disputar espaço.

A entrada para estrangeiros no museu custa 250 Pesos Argentinos. E ele abre de quarta a domingos e feriados das 13:00 às 18:00 hrs (a bilheteria fecha às 17:15). Mas os jardins abrem de quarta a domingos e feriados das 8:00 às 20:00 hrs. O museu também faz visitas guiadas de quarta a sábado às 15:00 hrs e domingos e feriados as 15:00 e 16:30 hrs.

6. Passeio pelo Delta do Rio Paraná

Passeio Delta do Tigre
Passeio Delta do Tigre

O Passeio pelo Delta do Rio Paraná é um dos mais procurados na cidade e muitas agências ofertam esse passeio de barco. Ao passar pelo Puerto de Frutos, você vai encontrar várias agências oferecendo diversos passeios pelo delta.

E você pode comprar e fazer o passeio no mesmo dia. Mas ao contratar o seu passeio, veja qual a rota que o barco vai fazer, já que alguns exploram mais a região e são mais interessantes.

O passeio mais comum é o de Catamarã, esse também é o mais barato. Em fevereiro de 2022, ele estava custando em média 800 Pesos Argentinos, lembrando que era meio de semana, quando tem promoções nos passeios. Mas esse é um passeio bem simples, já que você não vai explorar o Delta do Rio Paraná.

A maioria dos catamarãs vai somente até o Museu de Arte de Tigre em um breve passeio para conhecer a cidade, eles fazem a rota do Paseo Victorica (achamos mais interessante fazer à pé, pois ao final você conhece também o Museu da Arte de Tigre). Então, apesar de ser um pouco mais barato, se você quer explorar o Delta do Rio Paraná, prefira os outros passeio oferecidos pela agências.

Onde comer em Tigre

Onde comer em Tigre

Em Tigre você vai encontrar ótimas opções de restaurantes, cafés e bares. Então, se você vai fazer um bate e volta ou ficar alguns dias para aproveitar mais a cidade, não vão faltar opções incríveis de estabelecimentos para comer.

Mas vamos indicar alguns lugares bem legais e que valem a pena conhecer.

Contudo, uma coisa que apreendemos com as nossas viagens é que se você quer comer bem e ter um atendimento melhor, fuja das zonas turísticas.

Em 100% das vezes que fizemos isso tivemos ótimas experiências, porque os estabelecimentos de zonas turísticas normalmente estão bem cheios e não valem muito a pena. Contudo, você ainda pode encontrar bons restaurantes nesses locais.

Em Tigre, os estabelecimentos das zonas turísticas ficam em Puerto de Frutos e Paseo Victorica.

Aliás, nós almoçamos em um restaurante/café no Paseo Victorica e sinceramente não valeu muito a pena. Apesar da vista perfeita e o ambiente ser bem legal, a comida não estava muito boa, pois a massa já chegou fria. Por isso, nem vamos indicar o restaurante para vocês.

Mas vamos indicar alguns lugares para comer em Tigre, onde você vai ter uma boa experiência e levar lembranças maravilhosas da cidade.

  • Waffles del Mundo: o estabelecimento é especializado em waffles doce. Então, se você gosta de waffles, essa é uma parada que vale muito a pena em Tigre. (Endereço: Peru, 1335)
  • Almacen de Tigre: um restaurante com ambiente descontraído para fazer uma refeição incrível. No cardápio, você vai encontrar saladas, massas e muito mais. (Endereço: Sáenz Peña 1336)
  • Bonafide: um café bem interessante e com bons preços para quem ama tomar um cafezinho, entre outras delícias. (Endereço: Av. Cazón 1401)
  • Gato Blanco: outra opção de restaurante para quem busca uma experiência diferente em Tigre. Para chegar no restaurante é necessário pegar um barco a partir da Estação Fluvial e no local você pode almoçar com vista para o rio.

Onde ficar em Tigre

Onde ficar em Tigre Buenos Aires

Para quem quer aproveitar um pouco mais da cidade, recomendamos ficar alguns dias em Tigre. Três dias são suficientes para explorar o destino e curtir as suas atrações. E o melhor é que no destino você vai encontrar hospedagens maravilhosas que vão contribuir para uma experiência incrível em Tigre. Separamos algumas hospedagens para ficar em Tigre que são realmente maravilhosas e vale muito a pena.

  • Lofts Mai Self Amenities: apartamentos com ótima infraestrutura e cozinha bem equipada que ficam localizados a menos de 1 km do Parque da Costa.
  • Tigre Urban Suites: o hotel oferece suítes espaçosas e café da manhã. Ele fica a menos de 1 km do Parque da Costa e Puerto de Frutos.
  • Wyndham Nordelta Tigre: hotel com restaurante e SPA, localizado na Avenida del Puerto.

Veja também: Onde se hospedar em Buenos Aires: um guia com os principais bairros e melhores hotéis.

Dicas extras para a sua viagem

O ideal para conhecer as atrações de Tigre e explorar a cidade é ficar por pelo menos 3 dias. Apesar da grande oferta de passeios bate e volta a partir de Buenos Aires, não achamos eles interessantes. Então, tente ficar mais de um dia em Tigre.

Muitos restaurantes e hotéis ficam ao longo do Delta do Rio Paraná e para chegar até eles é necessário ir até a Estação Fluvial, próximo ao Porto de Frutos, e pegar um barco. A depender da distância, a passagem custa aproximadamente 100 Pesos Argentinos, como por exemplo para ir ao restaurante Gato Blanco que indicamos acima.

Para saber sobre os lugares que você vai viajar na Argentina é muito importante ver as informações sempre atualizadas no site do Governo. E na Argentina, em alguns lugares é necessário apresentar o passe sanitário. Então não esqueça do seu comprovante de vacinação e mantenha as vacinas sempre em dia.

*Salve no Pinterest para ler depois

Tigre em Buenos Aires

Para ler em seguida: