Localizado na Costa Verde, Paraty é um destino do Rio de Janeiro que você vai encontrar uma variedade de atrações e pontos turísticos para conhecer (veja os pontos turísticos de Paraty). Então, na sua viagem você pode fazer um roteiro bem maravilhoso, pois opções incríveis de passeios não vão faltar. E não importa a duração da viagem, Paraty sempre tem uma atração sensacional te esperando.

Mas não são somente as atrações que chamam a atenção no destino, pois Paraty também tem uma história incrível. E não podemos esquecer das curiosidades da cidade, que deixam tudo ainda mais interessante. Então, se você quer saber um pouco mais sobre esse destino, separamos 10 dicas e curiosidades sobre Paraty para saber antes de viajar. 

Veja também: Top 5 melhores praias de Paraty (RJ).

1. Paraty é Patrimônio da UNESCO

VIAGEM PARA PARATY - CENTRO HISTÓRICO
Centro Histórico de Paraty

Paraty é um destino cheio de cultura, belezas naturais e uma história impressionante, que você pode ver em cada detalhe, seja no Centro Histórico ou em outras regiões da cidade.

Assim, em 1958, o conjunto arquitetônico e paisagístico de Paraty foi tombado pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN. Já em 1966, a cidade recebeu o título de Monumento Nacional.

Mas em 2019, o município que fica na divisa do Estado de São Paulo e engloba áreas da Serra Bocaina, recebeu o título de Patrimônio Mundial da UNESCO, devido ao seu patrimônio cultural e natural.

E o mais interessante é que Paraty (juntamente com Ilha Grande, que também recebeu esse título), é o primeiro lugar misto (patrimônio cultural e natural) a receber esse título no Brasil.

2. As ruas do Centro Histórico de Paraty são assimétricas

Viagem para Paraty
Centro Histórico de Paraty | Foto: Gilberto Olimpio via Unsplash

Paraty tem um Centro Histórico lindo cheio de portas e janelas coloridas, ideais para tirar muitas fotos durante a viagem. Mas um fato bem interessante no local é que suas ruas são assimétricas. Então é bem fácil se perder. E essa característica das ruas foi proposital e tem um motivo.

A história de Paraty está ligada com o ouro e a cana-de-açúcar no Brasil, sendo um lugar onde passava muitas riquezas. Aliás, um dos melhores passeios de Paraty é para fazer o caminho do ouro. Mas com a passagem de tantas riquezas pela cidade, ela também era alvo de ladrões e piratas.

Assim, com intuito de dificultar o roubo, as ruas do Centro Histórico de Paraty foram construídas de forma assimétricas para os invasores ficarem com medo de atacar (já que eles não viam o final da rua). Mas se mesmo assim eles atacassem o local poderiam ficar perdidos e serem pegos.

3. As ruas do Centro Histórico costumam ficar alagadas

As ruas do Centro Histórico costumam ficar alagadas
Centro Histórico de Paraty

Outra curiosidade sobre o Centro Histórico de Paraty e que você pode ver durante a viagem, é que as suas ruas costumam ficar alagadas quando a maré está alta ou chove. Mas é claro que esse alagamento também tem um motivo e não acontece em todas as ruas.

As ruas do Centro Histórico de Paraty foram construídas para ficarem abaixo do nível do mar. E isso foi feito para as águas realmente invadir as ruas do local, quando a maré está alta.

Quando as águas invadiam as ruas era possível acessar toda região com pequenas embarcações e a água também limpava o local, já que na época circulavam muitos animais fazendo o transporte de mercadorias e deixando muita sujeira para trás.

Ao caminhar pelo Centro Histórico é possível ver que as casas tem o piso bem elevado, e isso evitava que elas fossem invadidas pelas águas na maré alta.

Hoje, somente algumas ruas alagam quando a maré está alta. E para quem ama tirar fotos, pode aproveitar esse momento. Aproveite para tirar muitas fotografias com reflexo, elas ficam sensacionais com as portinhas e janelas coloridas.

Veja também: Onde comer em Paraty com dicas de lugares incríveis.

4. A maçonaria e símbolos no Centro Histórico de Paraty

Ao caminhar pelo Centro Histórico de Paraty você vai ver muitos símbolos, que estão descritos nas casas coloniais. E muitos desses símbolos são da maçonaria.

Segundo dados históricos, a maçonaria se instalou em Paraty no século XVIII, quando a maioria das portas e janelas do local foram pintadas de branco e azul, o azul-hortência na Maçonaria Simbólica.

Mas não é somente na cor que a maçonaria está presente no local. Outra presença da maçonaria são os três pilares de pedra lavrada que são encontrados em algumas esquinas. Segundo o povo, esses três pilares foram colocados para representar o triângulo maçônico.

Muitas casas do Centro Histórico também possuem símbolos da maçonaria em suas fachadas. Mas se você quiser conhecer mais sobre a história e cultura de Paraty, a melhor opção é fazer um City Tour pela cidade. Com o City Tour, um guia vai te levar às principais atrações do Centro Histórico e contar toda a história do local. Contrate aqui seu City Tour em Paraty.

5. Paraty vai muito além do Centro Histórico

Viagem para Paraty
Restaurante Villa Verde em Paraty

Mas não pense que Paraty se resume ao Centro Histórico, porque você vai encontrar outras atrações incríveis e que vão deixar o seu roteiro de viagem sensacional.

E não é atoa que Paraty ganhou o título de Patrimônio Mundial da UNESCO, que engloba o patrimônio cultural e natural. Desse modo, na cidade você também vai encontrar praias paradisíacas, ilhas, cachoeiras e muito mais. Contudo, outra atração que achamos bem interessante no destino são os alambiques, que também fazem parte da história de Paraty e você precisa conhecer ao menos um na viagem.

A maioria dos atrativos você pode conhecer por meio de passeios com uma agência de turismo ou por conta própria (veja os melhores passeios de Paraty). Alguns passeios que não podem faltar em seu roteiro são: Passeio para Trindade, Passeio para o Saco do Mamanguá, Jeep Tour, Caminho do Ouro e Passeio de Escuna.

6. A baía de Paraty tem mais de 60 ilhas

Ilha Comprida
Ilha Comprida em Paraty

E para quem ama explorar ao máximo o destino vai encontrar mais de 60 ilhas em Paraty. Então, além das belas praias para curtir, Paraty tem muitas opções de ilhas para você aproveitar na viagem.

Desse modo, você pode incluir no roteiro de Paraty a Ilha do Pelado, Ilha da Bexiga, Ilha Comprida, Ilha Deserta, Ilha do Araújo, Ilha da Pescaria e muito mais.

As agências de turismo normalmente oferecem passeios para algumas ilhas. Mas se você quer conhecer uma em específico, basta alugar um barco e fazer o seu roteiro com as ilhas que deseja aproveitar durante a viagem.

7. A cachaça e a cana de açúcar estão ligadas a história de Paraty

Alambique Engenho do Ouro
Alambique Pedra Branca em Paraty

E como já falamos anteriormente, Paraty tem uma cultura e história sensacional ligadas ao ouro, à cana-de-açúcar e à cachaça. Então não dá para ir até a cidade e não conhecer pelo menos um dos muitos alambiques que você vai encontrar.

No século XVIII, a região de Paraty foi uma grande produtora de cachaça e chegou a ter mais de 200 alambiques. Desse modo, atualmente Paraty ainda preserva o seu título de cidade da cachaça e a produção mais famosa é a cachaça Gabriela. 

Durante o jeep tour é possível conhecer pelo menos um alambique e o guia ainda te conta tudo sobre a história da cidade. Mas você também pode escolher um alambique ou mais, e fazer a visita por conta própria.

Assim, você pode conhecer o Alambique Engenho D’Ouro, que é bem famoso na cidade, o Alambique Paratiana, o Alambique Antonio Melo, o Alambique Pedra Branca, entre outros.

8. O Centro Histórico de Paraty tem uma variedade de pousadas

Pousadas em Paraty
Pousada Corsário | Foto: divulgação booking.com

Além de toda a beleza do Centro Histórico com portas e janelas coloridas e uma variedade de restaurantes, no local você também vai encontrar opções incríveis para se hospedar.

O Centro Histórico de Paraty tem pousadas incríveis que ficam localizadas em casas em estilos coloniais e preservam toda a cultura do local. Além de ficar em uma das melhores regiões de Paraty, você vai ficar próximo de muitas atrações.

Aliás, a maioria das opções de o que fazer em Paraty à noite ficam no Centro Histórico. E se você também pegar dias chuvosos na viagem vai encontrar muitas atrações para curtir no local (veja o que fazer em Paraty com chuva).

Além de pousadas maravilhosas, você também vai encontrar uma variedade de hotéis em Paraty para ficar. Mas eles não ficam no Centro Histórico.

Veja também: Melhores pousadas em Paraty (RJ).

9. Por que os barcos no cais de Paraty são coloridos?

Viagem para Paraty
Cais de Paraty | Foto: Mauro Segura via Pixabay

Se você já viu fotos do cais de Paraty deve ter notado que os barcos são todos coloridos, o que deixa tudo bem interessante e chama bastante a atenção. E eles são coloridos realmente para chamar a atenção.

Segundo o nosso guia durante a viagem para Paraty, havia apenas um barco colorido na cidade. O nome dele era Cleópatra e ele era rosa, o que chamava muito a atenção dos turistas. E por chamar tanto a atenção, essa embarcação (que oferecia passeios) sempre estava cheia e com fila de turistas.

Ao ver o movimento, que aconteciaa somente naquela embarcação, os outros barqueiros também pintaram os seus barcos e coloriram todo o cais de Paraty. 

10. Em Paraty acontecem festivais nacionais e internacionais

E para quem está pensando em conhecer Paraty, vamos dar um motivo a mais para você fazer essa viagem. Em Paraty acontece uma variedade de festivais que animam ainda mais o destino. Então dependendo da época da sua viagem, você ainda pode aproveitar alguns festivais em Paraty.

O Festival da Cachaça, Cultura e Sabores de Paraty, que é realizado desde 1982, acontece durante o mês de agosto e é um evento bem especial para curtir na cidade, já que tem tudo a ver com a sua história e cultura. 

Mas outro festival bem interessante para curtir em Paraty é o Bourbon Festival, que acontece durante o mês de maio. Esse é um evento que traz para a cidade muita música ao vivo de jazz, blues, soul e R&B.

Em Paraty também acontece a Festa Literária Internacional, um festival literário que ocorre em dezembro e é um dos maiores do Brasil.

*Salve no Pinterest para ler depois

Viagem para Paraty

Para ler em seguida: